Este jovem morreu por ter usado algo que todos usamos diariamente! Tem cuidado!

Este jovem de 16 anos morreu por ter usado algo que todos nós usamos diariamente sem cuidado algum, e sem nos apercebermos do mal que nos faz.
Informa-te melhor do que aconteceu e dos perigos disso que usas diariamente sem os devidos cuidados.

Pesquisas mostraram que 50% dos jovens com 11 anos usam desodorizantes.
Uma pesquisa divulgada no MailOnLine mostra que é crescente o consumo de desodorizantes anti-transpirantes em idades cada vez menores.

Para a grande maioria dos jovens britânicos, a marca líder do mercado, Lynx (aqui em Portugal chamada de AXE), é a sensação do momento.
Graças às suas campanhas publicitárias com o slogan “obtenha a aparência que as mulheres querem”, o desodorizante tornou-se o mais vendido entre os consumidores masculinos em mais de 60 países.
Só no Reino Unido são mais de 8 milhões de usuários.
Segundo a revista Marketing, o alvo da campanha são jovens de 13 a 18 anos, onde as principais compradoras são as suas mães.
A marca tem tanto domínio no mercado ‘jovem’ que fóruns foram criados para chamar a atenção para o “efeito Axe”, partilhando histórias e ensinando a usar o produto em diversos momentos.
Mas, apesar dessas estratégias de marketing, os especialistas alertam que o uso destes produtos em excesso pode gerar uma inalação de produtos químicos que pode causar reações alérgicas na pele, asma e dificuldades respiratórias.
Em alguns casos mais raros, pode desencadear problemas cardíacos fatais.

“Mesmo as pessoas sem alergias podem ser sensíveis a produtos químicos encontrados em produtos de limpeza ou de higiene, experimentando reações cutâneas, dificuldades respiratórias, náuseas e dores de cabeça.
As reações são agravadas quando uma pessoa inala aquela névoa branca que fica no ar ao se apertar o spray aerossol”, comentou Maureen Jenkins, diretora de Serviços Clínicos e Alérgicos do Reino Unido.
“Os rótulos desses produtos avisam para não os usar num ambiente fechado, mas a maioria das pessoas passa em suas axilas dentro da casa de banho com a porta fechada, e esse é um espaço muito pequeno”, disse o Dr.
Peter Dingle, cientista ambiental e toxicologista.
Além disso, o hábito de ler o rótulo completamente é algo que pouquíssimas pessoas têm.
O jovem Jonathan Capewell tinha apenas 16 anos quando teve um ataque cardíaco no quarto, em Oldham, Manchester: “Quando chegamos ao hospital, eles ainda tentaram reanimá-lo”, lembra o pai Keith, de 58 anos.
“Mas, 10 minutos depois ele tinha falecido”.

Um exame ao seu corpo mostrou que ele tinha 10 vezes a quantidade letal de butano e propano no seu sangue.
Os gases são utilizados como propulsores de aerossóis e estavam a acumular-se no seu organismo ao longo dos meses de uso.
“Ele tinha 16 anos e seu corpo estava em transformação.
Ele começava a suar mais e se preocupava com os odores.
Não era incomum ele tomar três banhos por dia.
Ele usava desodorizante por todo o corpo, até mesmo no cabelo e o banheiro ficava com um cheiro forte que incomodava a todos em casa casa.
Ele estava um pouco obsessivo e tinha três tipos de desodorizantes da marca Lynx”, disse o pai.
O legista Barrie Williams declarou oficialmente que sua morte foi provocada por excesso de anti-transpirante.
Nas embalagens dos produtos Lynx existem vários avisos.
Os usuários são aconselhados a usarem rajadas curtas do anti-transpirante em locais bem ventilados.
Infelizmente, o hábito de não ler os rótulos e seguir as regras estipuladas pelos fabricantes, pode resultar em tragédias como esta.
Só no Reino Unido, 600 milhões de aerossóis são utilizados todos os anos.
Fonte: jornalciencia.com Partilha com os teus amigos e familiares! Alerta-os para este perigo oculto!
Comentários

Aqui vais descobrir onde estão os pokémons mais fortes perto de ti! Apanha-os todos!

Com este mapa à escala mundial, os jogadores do Pokémon Go terão a vida bem mais facilitada. Este mapa indica em tempo real e com precisão, quais ...


108