Sabias que, se conseguires dobrar um papel 103 vezes, provavelmente o mundo acaba?

Descobre as consequências catastróficas que aconteceriam, se dobrasses um papel 103 vezes! Podes pensar que é brincadeira, mas não se trata de brincadeira nenhuma.
Tens aqui a explicação toda! Descubra aqui porque é impossível dobrar um papel ao meio 103 vezes, não importa o quanto forte sejas ou qual tecnologia tenhas, e quais as consequência catastróficas que aconteceriam se isso fosse possível!
Queres ganhar uma aposta a qualquer pessoa em todo o mundo? Aposte com ele que não consegue dobrar um papel ao meio 103 vezes.
Isso porque, matematicamente, é impossível realizar essa operação, já que as dimensões do papel excederiam as do próprio Universo – que é tão grande que, só para lembrar, levaria biliões de anos-luz para ser percorrido.
Por sua vez, um ano-luz é a distância que um fóton percorre em um ano, à velocidade de 300 mil km por SEGUNDO! Ou seja, é bem rápido, o que faz dessa distância literalmente impossível de percorrer, imagine então de dobrar.

O recorde mundial atual é de Britney Gallivan, que fez meras 12 dobraduras, deixando o papel um pouco mais espesso que uma mão.
Por sorte, porque se tivesse continuado, poderia ter acabado com o mundo! Acompanhe aqui o crescimento exponencial de volume a cada vez que se dobra um papel, lembrando que, a cada dobra o valor é multiplicado por 2, e por isso aumenta tão rapidamente.
–Ao dobrar o papel pela terceira vez, ele terá a espessura de um prego;
Na sétima dobra, ele terá a espessura de um caderno de 128 páginas;
Com 10 dobras, o papel terá a largura da tua mão;
Após 23 dobras, chegas a um quilómetro;
Após 30 dobras, podes chegar ao espaço, pois o papel terá 100 km de altura;
Com 42 dobras, poderá ir à Lua, e com 51, vais queimar no sol;
Agora avança para 81 dobras, e papel terá 127.786 anos-luz, quase tão grosso quanto a galáxia de Andrómeda (em baixo), com diâmetro estimado em 141 mil anos-luz;
Após 90 dobras, o papel terá 130,8 milhões de anos-luz de espessura, maior que o diâmetro do Super-aglomerado de Virgem, estimado em 110 milhões de anos-luz.
Esse aglomerado contém a Via Láctea, Andrómeda e cerca de 100 outros grupos de galáxias;
E, finalmente, após 103 dobras, ficarás fora do universo observável, cujo diâmetro é estimado em 93 biliões de anos-luz.

Bom, além de ser impossível, como percebeste, agora vamos explicar porque o título.
1) Dois corpos não ocupam o mesmo lugar, de acordo com a física, e para criar um papel com 103 dobraduras, precisarias de um espaço vazio do tamanho do Universo para colocá-lo dentro.
2) Para que um papel dobrado 103 vezes tivesse a espessura do Universo, qual seria seu tamanho original? 3) Ainda que o espaço e os planetas e estrelas cedessem lugar para o seu papel, e você tivesse um papel desse tamanho e conseguisse dobrá-lo, não me pergunte como, o campo gravitacional que ele geraria, sendo um objeto maciço com as proporções do Universo, provavelmente criaria um campo gravitacional tão grande que o Universo implodiria, ou ele seria “engolido” por algum buraco negro no meio do caminho, mais provavelmente.
E tu irias junto.
Comentários

Se tens filhos na escola, tens que ver isto e andar atento, um dia poderá acontecer ao teu!!

Jonathan Destin é um rapaz francês que vive com os pais e as 2 irmãs em Marquette-les-Lille, no norte de França. Para quem não o conhece bem, ele...


249