Inédito! Cientistas ressuscitam animais com sucesso e querem agora testar em humanos!

Estamos cada vez mais próximos de enganar a morte, pelo menos no entender de Peter Rhee e Samuel Tisherman, investigadores da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, que conseguiram, com sucesso, ressuscitar uma série de porcos e pretendem agora passar para os testes em humanos.

Peter Rhee afirma-se, contudo, adverso à utilização do termo «ressurreição» para definir as suas experiências: «Não é que seja incorrecto, mas, quando as pessoas pensam neste termo, pensam em viajantes espaciais congelados e acordados em Júpiter ou no Han Solo em Star Wars.
Isto não ajuda, porque é importante que o público saiba que não é ficção científica.
[O projecto] é baseado num trabalho experimental e será estudado de forma disciplinada antes de o usarmos para fazer com que as pessoas parem de morrer».

A técnica em si envolve envolve retirar todo o sangue do corpo do paciente, esfriando-o depois até 20 graus abaixo da temperatura normal.
Resolvem-se então todos os problemas de saúde que existirem no corpo e, através das veias, volta-se a bombear o sangue e a aquecer o corpo até o coração voltar a bater.
«À medida que o sangue é bombeado de volta, o corpo volta de imediato à coloração habitual», acrescenta Rhee.
«É muito curioso: depois de aquecer até aos 30 graus, o coração bate uma vez isolada, e depois mais uma vez.
Quando termina de aquecer, o batimento retoma o ritmo antigo.» Os testes com porcos correram bem e os animais quase não tiveram efeitos secundários depois de serem trazidos de volta à vida.
«Ficaram algo desorientados, mas voltaram ao normal no dia seguinte», explicou o cientista.
Comentários

Padre Melícias aufere pensão de 7450 euros! Um exemplo de austeridade e solidariedade!

E como se os números não fossem escandalosos o suficiente, ainda afirma que “não sou rico, tenho uma pensão aceitável”. “Deus está no mei...


144